publicidade

publicidade

terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Promotor manda prender lutadora de UFC que reagiu a assalto e espancou criminoso no Rio de Janeiro.

Segundo o promotor, a lutadora usou de suas habilidades de luta para espancar o jovem que não teve chances de defesa, uma vez que o mesmo não sabe lutar.

"Há uma clara excessividade no ato. Ela usou demasiada força para se defender e acabou ferindo gravemente o rapaz que não teve como se defender e acabou sendo internado. Se alguém cometeu um crime nessa situação toda, esse alguém foi a lutadora, por isso ela deve ser presa imediatamente." Declarou o promotor durante entrevista concedida à imprensa.
Polyanna será indiciada pelo crime de lesão corporal grave e excesso de legítima defesa, podendo pegar de 2 a 8 anos de prisão.

O assaltante Max Gadelha Lopes foi ouvido pela polícia no hospital e foi liberado, porém seguirá internado.


www.ocongresso.com